sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

EDITORIAL DO MÊS DE DEZEMBRO 2011.

Ao finalizar o ano de 2011 a Associação Paulista dos Gestores Ambientais – APGAM, tem o desejo de compartilhar com todos o sucesso alcançado neste ano que vai chegando ao seu final. A Diretoria representada pelo seu Presidente Ga. Fransueldo P. da Silva, teve uma missão árdua para implantar operacionalmente as varias ações e atividades propostas para este ano de 2011. Após a finalização documental e de registros jurídicos da Associação Paulista dos Gestores Ambientais – APGAM em 2010. Identificamos a necessidade de ações operacionais e praticas na busca fundamental do Reconhecimento Técnico do profissional em Gestão Ambiental, dando continuidade à apresentação de profissionais de Gestão Ambiental que se destacaram em suas atividades mudando comportamentos e afinidades com o ambiente e seus níveis de interferências profissionais. Dentro deste contexto estamos colaborando e participamos efetivamente nas audiências do Rodoanel Trecho Norte, e atualmente estamos presentes nas ações e nas correções socioambientais do projeto de ampliação do Terminal de Cargas Fernão Dias ou Polo Logistico Fernão Dias, envolvendo dois importantes municípios: Guarulhos e São Paulo, tornando-se um canal importante entre a Gestão Publica e as comunidades locais, onde podemos destacar a Sociedade Amigos do Pq. Edu Chaves, Associação Cultural e Beneficiente do Jd. Guanca, Associação dos Moradores do Jd. Cabuçu, e as Ong´s: Associação Ambiental e Cultural Chico Mendes, Associação Cultural “Sinfonia de Cães”, ACEPEUB/Ubarana/SP, OAB Subsecção Santana e os Movimentos: SOS Edu Chaves e CICAS. Neste prisma de atuação, empresas solicitam a presença ou indicações de profissionais para desenvolvimento de SGA ou de participação em projetos rápidos de recuperação de áreas degradadas ou de ações destinadas a cumprimento de auditorias das famílias ISO E OHAS. As questões relacionadas à Regulamentação Profissional, as Audiências continuam em ritmo acelerado, e não podemos deixar de agradecer a inúmeros e múltiplos profissionais: área jurídica, ambiental e sindical, disponibilizando voluntáriamente suas habilidades para compor a “Minuta do Projeto de Lei”, tanto na área municipal, ou em reuniões no espaço físico e administrativos dos comitês da Bacia Hidrográfica. Inicialmente próximo dos municípios de São Paulo e seu entorno devido a presença maior de Universidades, mas com indicadores positivos de participações em outras regiões. O fato é que as questões da Regulamentação Profissional envolvem as questões jurídicas, e de forte ação política, e certamente avançamos, como é de conhecimento da Gestão Ambiental, vários projetos constaram em tramitação na Câmera Federal em favor da construção da Regulamentação e futuro Conselho Profissional, mas é de entendimento pratico já observado pela APGAM que esta construção jurídica e política para estas ações deverá haver uma participação mais efetiva do Gestor Ambiental, e de ações políticas que tecnicamente deverão ser de conhecimento, e da somatórias de todos os protagonistas políticos, colaborando na aplicação da “Minuta da Lei” em seus diversos municípios, produzindo “Audiências” e conceitos de atuação profissional em seus municípios de origem, elaborando projetos e participações efetivas na vida ambiental, social e econômica. Ao longo do período, a experiência adquirida pela passagem de um projeto de regulamentação profissional, em sua “Tramitação” na Câmara Federal requer uma titularidade efetiva e participativa, e com a presença de todas as orientações partidárias. Dentro deste contexto a Associação Paulista dos Gestores Ambientais – APGAM/SP, já conta de forma pratica e operacional de um escritório político em Brasilia/DF, que juridicamente já esta avaliando a “Minuta de Lei” e suas transformações, a medida em que as Audiências vão acontecendo nas Conferências já realizadas e Encontros operacionais, fortalecendo o “Projeto de Lei” e conceitos fundamentais para sua futura e saudável apresentação na Câmara Federal. Este projeto participativo tem a sua linha definida, e ganha em substância com a recente instalação da Associação Mineira de Gestores Ambientais – Presidida pela Profa. Ana Yagelovic – sediada na cidade de Aimorés/MG, que nasceu com as participações efetivas dos colegas Gestores Ambientais acadêmicos e graduados, e das ações políticas e culturais sempre qualificadas do Estado de Minas Gerais. E fechando o circulo de 2011 a Associação Paulista dos Gestores Ambientais instalou a sua primeira Vice-Presidência dentro do espaço administrativo do Alto Tietê com a participação NESTE “Encontro” de colegas: Universidade de Guarulhos (UNG), Faculdades Integradas de Guarulhos (FIG), ENIAC e USP-LESTE. E em acordo ao “Estatuto” a Presidência - Ga. Fransueldo Pereira da Silva - nomeou o acadêmico em Gestão Ambiental, Sr. Jorge Ota como Vice-Presidente, que terá o prazer de organizar e planejar futuras ações junto com os seus colegas acadêmicos e graduados em Gestão Ambiental na região ADM do Alto Tietê envolvendo importantes municípios. Este é um espaço de forte projeção, que estamos colocando mais atributos, a este conceito dinâmico, operacional e pratico em favor da Regulamentação e Reconhecimento Profissional. Na área acadêmica os pontos nevrálgicos continuam sendo a formatação de uma grade básica, e respeitando o conceito primordial da formação do Gestor Ambiental em sua origem e o espaço físico-estrutural de atuação. Em decorrência ainda encontramos dificuldades com relação aos “Conselhos Profissionais” de enorme preocupação com relação as atribuições e responsabilidade técnica, mas é fato que a medida que o Reconhecimento vem ganhando espaço percebemos que no momento a orientação mais plausível, continua sendo a que estiver mais próxima da área de sua atuação, para os Conselhos: Administração, Química ou de Engenharia, e suas já conhecidas restrições. O cenário continua sendo favorável aos profissionais da Gestão Ambiental, por enumeras questões que a sociedade em suas diferentes áreas de atuação exige dentro deste circulo dos princípios éticos e fundamentais de proteção ao meio social e ambiental. A Gestão Ambiental tem ainda vários desafios para fechar o seu traço de personificação profissional, e ficou explicito para todos participantes dos eventos, conferencias, encontros e seminários, que no momento a “participação” efetiva do acadêmico, e do profissional da Gestão Ambiental é a razão fundamental para o sucesso de tão jovem profissão. PARTICIPEM! OTIMAS FESTAS, FELICIDADES E BONS PROJETOS EM 2012.

FRANSUELDO PEREIRA DA SILVA
PRESIDENTE.
ASSOCIAÇÃO PAULISTA DOS GESTORES AMBIENTAIS – APGAM/SP

Foto: Ramos - Aprovação da AMGAM.



EDITORIAL THE MONTH OF DECEMBER 2011
At the end of the year 2011 the São Paulo Association of Environmental Managers - APGAM has the desire to share with all the success this year draws to a close. The Board represented by its President Ga. Fransueldo P. da Silva, had an arduous mission to deploy operationally the various actions and activities proposed for this year 2011. After the completion of legal documentation and records of the Paulista Association of Environmental Managers - APGAM in 2010. We identified the need for operational activities and practices in pursuit of the fundamental recognition of the technical professional in Environmental Management, continuing the presentation of environmental management professionals who have excelled in their activities changing behaviors and affinities with the environment and their levels of professional interference. Within this context we are working effectively and participate in hearings of the Ring Road North Passage, and we are currently present in the social and environmental actions and corrections of the project to expand the Cargo Terminal Fernão Dias or logistics center Fernao Dias, involving two major cities: Sao Paulo Guarulhos and , becoming an important conduit between the public administration and local communities where we can highlight the Society of Friends Pq. Edu Chaves, the Beneficent and Cultural Association Jd. Guanca, Association of Residents of Jd. Cabuçu, and NGOs: Environmental and Cultural Association Chico Mendes, the Cultural Association "Symphony of Dogs," ACEPEUB / Ubarana / SP, OAB Subsection Santana and Movements: SOS Edu Chaves and cycads. In light of performance, companies are asked to indicate the presence or development of EMS professionals to participate in projects or rapid recovery of degraded areas or actions to comply with audits and ISO OHAS families. The issues related to professional regulation, the hearings continue apace, and we must thank the numerous and multiple professionals: legal, environmental and union, volunteered their skills to compose the "Draft Bill", both in municipal area, and in meetings in physical space and administrative committees of the Basin. Initially close to the cities of São Paulo and its surroundings due to the increased presence of universities, but with positive indicators of interest in other regions. The fact is that issues of professional regulation involve legal issues, and strong political action, and certainly move forward, as is knowledge of Environmental Management, several projects in progress consisted in camera in favor of Federal Regulations and the future construction of the Professional Council , but of understanding the practical APGAM already noted that this construction for these legal and political actions should be a more effective participation of the Environmental Manager, and political actions that should technically be known, and the summation of all political actors, collaborating the application of the "Draft Law" in its various municipalities, producing "Hearings" and concepts of practice in their cities of origin, developing projects and working interests in life environmental, social and economic. Over the period, the experience gained by the passage of a design professional regulation, in its "Proceedings" in Congress requires an effective and participatory ownership, and the presence of all the party guidelines. Within this context the São Paulo Association of Environmental Managers - APGAM / SP, already has a practical and operating a political office in Brasilia / DF, which is already legally evaluating the "Draft Law" and its changes, the extent to which Audiences will have taken place in the Conferences and Meetings operational, strengthening the "Bill" and concepts and healthy future for your presentation in Congress. This participatory project has its definite line, and gains in substance with the recent installation of the Mining Association of Environmental Managers - Chaired by Prof.. Ana Yagelovic - headquartered in Aimorés / MG, who was born with the effective participation of colleagues Environmental Managers and senior academics, and cultural policies and actions always qualified in the State of Minas Gerais. And closing the circle of 2011 the São Paulo Association of Environmental Managers installed its first Vice-President within the administrative area of the Upper Tietê with participation in this "meeting" of colleagues: University of Guarulhos (UNG), International College of Guarulhos (FIG) , and USP-EAST ENIAC. And according to the "Statute" the Presidency - Ga.Fransueldo Pereira da Silva - appointed lecturer in Environmental Management, Mr. George Ota as Vice President, who will be happy to organize and plan future actions together with their colleagues and graduate students in Environmental Management in the region of Alto Tietê involving important municipalities. This is a strong projection space, we are putting more features in this dynamic concept, operational and practical in favor of Regulatory and Professional Recognition. In academics, the hotspots are still formatting a basic grid, and respecting the concept of the formation of primordial Environmental Manager in its origin and physical-structural performance. Because we still encounter difficulties with respect to the "Professional Advice" of enormous concern about the roles and responsibilities of technical, but the fact is that as the recognition is becoming more popular at the time realized that the most plausible direction, which is still the most near the area of its operations, for the Council: Administration, Engineering or Chemistry, and its well known limitations. The scenario remains favorable to the professionals of Environmental Management, for its countless issues that society in its different areas within this circle requires the fundamental ethical principles and protection to the social and environmental. The Environmental Management has several challenges to close their professional trait impersonation, and was explicit to all participants of the events, conferences, meetings and seminars, which at the time "participation" effective academic and professional Environmental Management is fundamental reason for the success of such a young profession. Get involved!

Great parties, happiness, PROJECTS IN 2012.

FRANSUELDO PEREIRA DA SILVA
CHAIRMAN.
Associação Paulista dos Gestores Ambientais - APGAM / SP

2 comentários:

  1. A Toyota está investindo em carros sustentáveis. O Toyota NS4 é um novo veículo conceito Plug-In Hybrid, que é bem mais "green" e ecologicamente correto. Vai ser exposto pela primeira vez semana que vem no Salão de Detroit (NAIAS auto show), durante a conferência coletiva da Toyota, terça-feira, 10 de Janeiro às 9:45 da manhã, horário de Brasília. http://youtu.be/dTa9KW0vTS4

    ResponderExcluir
  2. Passei para agradecer e gostei muito da visita, o Blog esta muito bem elaborado, parabéns, estarei te seguindo.

    ResponderExcluir